Senso comum e bom senso!


O senso comum, segundo Fonseca (2002, p. 10), surge da necessidade de resolver problemas imediatos.

A nossa vida desenvolve-se em torno do senso comum. Adquirido através de ações não planejadas, ele surge instintivo, espontâneo, subjetivo, acrítico, permeado pelas opiniões, emoções e valores de quem o produz. Assim, o senso comum varia de acordo com o conhecimento relativo da maioria dos sujeitos num determinado momento histórico. Um dos exemplos de senso comum mais conhecido foi o de considerar que a Terra era o centro do Universo e que o Sol girava em torno dela. Galileu ao afirmar que era a

Terra que girava em volta do Sol quase foi queimado pela Inquisição. Portanto, o senso comum é uma forma específica de conhecimento. A cultura popular é baseada no senso comum. Apesar de não ser sofisticada, não é menos importante sendo crescentemente reconhecida.

Pode se dizer que o senso comum é:

  • Passado de geração para geração;

  • Tradição cultural;

  • Educação não formal;

  • Baseado em imitação e experiências pessoais;

  • Empírico e desprovido de explicações;

  • Experiências casuais, do dia a dia;

  • Informações relacionadas diretamente com as ações concretas.

São características principais do senso comum:

  • Subjetividade: aquele que vê ou se informa sobre determinados conhecimentos se baseia em suas próprias impressões e escala de valores para definir e lidar com tais fatos vistos por ele mesmo ou que lhe foram dados a saber.

  • Relativismo: o conhecimento será relativo, variável de uma pessoa para outra.

  • Generalidade: É tendência humana estabelecer relações diretas de causa e efeito para os fatos ao seu redor. Essa simplificação de respostas para quase tudo que acontece à sua vista se baseia na repetição da experiência vivida.

  • Preconceitos: Noções prévias, conceitos imaturos e opiniões formadas sem qualquer prova ou evidências concretas.

Fonseca (2010, p. 11) afirma então que o conhecimento científico é produzido pela investigação científica, através de seus métodos. Resultante do aprimoramento do senso comum, o conhecimento científico tem sua origem nos seus procedimentos de verificação baseados na metodologia científica.

É um conhecimento objetivo, metódico, passível de demonstração e comprovação. O método científico permite a elaboração conceitual da realidade que se deseja verdadeira e impessoal, passível de ser submetida a testes de falseabilidade.

Contudo, o conhecimento científico apresenta um caráter provisório, uma vez que pode ser continuamente testado, enriquecido e reformulado. Para que tal possa acontecer, deve ser de domínio público.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

    © 2020 -  TCCWay 

      (48)98865-0110 / tccwaycomvoce@gmail.com 

  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now